De volta ao passado

Caminhando pelas calçadas de Teresópolis, onde vivo, acabei entrando numa importadora antiga   –  a importadora Ingá.  Atraído por algo mágico,  deparei-me com uma fileira de perfumes e li: 4711. Sorri, pois lembrei-me de que um dia roubei na cara dura este perfume de minha namorada (hoje minha amiga). Na época, não tinha graça comprá-lo. Foi gostoso usar gotinhas diárias de minha infância.
Estou pensando se compro ou peço que ela compre. Só para sentir o gostinho de roubá-la novamente.



Paulo Francisco

Um comentário:

Ivone disse...

Que linda lembrança!
Amei ler meu amigo!
Abraços!!!