Olá!


A música do Chico com o nome dela foi crucial para que eu fizesse os quatro contos anteriores. Estes textos não seriam possiveis se ¨Beatriz¨ não tivesse cruzado em meu caminho. Digo sempre que são encontros possíveis de acontecerem - e aconteceu. Usar frases da música de Chico e Edu nos textos foi pra mim o máximo neste Blog. Já brinquei com o Miltom Nascimento usando o texto Maria Maria; com o Benjor usando o Cadê Tereza, e acredito que ainda farei mais com os meus cantores e escritores preferidos.
Sempre gostei de escrever.
Aqui em meu computador tenho uma pasta chamada: Brincar de escrever - e, verdadeiramente, é o que faço por aqui, brinco,desligando-me de minha real profissão.

Ah! a ¨Beatriz¨ não sabe dos contos e muito menos deste blog - mas ela não é a única. Talvez um dia, quem sabe num próximo encontro, eu os apresento e dou continuidade. Nada é impossível quando usamos o coração de verdade.
A Maria sabia destes contos e desse encontro no mês de agosto e me pediu que não os publicasse. respeitei o seu sentimento de mulher. Mas agora, Maria é só lembranças, então resolvi publicá-los.
Acho que fiz bem, pelos elogios recebidos nos comentários. Só a Maria não veio, acho que ela está no mar, pensando no Omar. Quem sabe um dia eu não escrevo sobre os escontros e desencontros com Maria.


Até o próximo Post e obrigado pelos comentários sempre carinhosos.


Paulo Francisco

Nenhum comentário: