Sobre beijos e abraços...





Um beijo grande. Sempre termino um comentário mandando um beijo grande para as moças e  um grande abraço para os rapazes.  Mas o que seria um grande abraço?  Seria o abraçaço de Caetano do outro lado da tela? Ou aquele abraço de Gil?

Quando abraço, abraço. Meus abraços só chegam a quem eu admiro ou amo. Eles se tornam laços de fitas num presente desejado. Abraço demorado, sentindo não somente o corpo, mas a alma de quem estou abraçando – um rito de transfusão de coisas boas. Independente do gênero, independente da cor, independente da classe, o meu abraço é abraço-amigo. E se torna um abraço amigo, também, nas despedidas virtuais.

Mas quando a vi naquela manhã de sol morno e de céu transparente, não pude deixar de abraçá-la. Precisava de seu abraço na carência de seus beijos. Gosto, e se pudesse, ficaria grudado nela por mais vezes. Gosto de sentir sua carne na minha. Gosto de envolvê-la e ser envolvido por ela nesses nossos abraços apertados e demorados. Gosto desse engolfamento de alma.  São abraços  com beijinhos no pescoço. É verdadeiramente um abraço que acende.

Mas o que me motivou a escrever esse texto foi o comentário de Maria Paula quando me mandou um recíproco beijo grande, dizendo que não sabia o seu verdadeiro significado com relação ao meu. Parei pra pensar o que seria esse tal de beijo grande.

O beijo é beijo e pronto. O grande é que é o diferencial nesse beijo virtualizado. Poderia ser uma forma de escrever sem nenhum significado maior. Mas não é. Tem significado sim. Tem significado para quem o recebe. E tem significado para este que o escreve.

Foi mais que um beijo grande quando nos despedimos no corredor de seu prédio. Foi um beijo  agridoce banhado de adeus. Um beijo ainda cheio de tesão. Um beijo que nos acendia de paixão.  Um beijo na contramão.

Voltando ao beijo grande de Maria.

Uns dizem, Maria Paula, que beijo grande é beijo de tia, um beijo carinhoso cheio de ternura. Outros, já acham que a palavra beijos é mais sedutora. Confesso que acho tudo isso uma bobagem.  O meu beijo grande pode ser um beijo cheio de carinho e ternura, como pode ser um beijo sedutor, vai depender de quem o recebe. Sabe aquele beijo no pescoço que chamamos de cheiro? Ele pode ser um beijo grande. E aquele beijo cheio de tesão que quase suga a alma, também é um beijo grande. Um beijo na face acompanhado de um abraço caloroso, também o é.

O que eu não gosto mesmo é daquela despedida com a palavra beijinhos. Soa falso, tem um quê de esnobismo. Acho fresco e pequeno demais. Se fosse acompanhado de algo mais, como beijinhos no pescoço, tudo bem. Quem não gosta de ser tatuado por lábios quentes?


A única certeza de tudo isso, é que se eu estivesse por aí, esse meu beijo grande, teria carinho, ternura, viria acompanhado de um abraço feito um laço de fita e jamais seria um beijo de tia.


Paulo Francisco





15 comentários:

Anônimo disse...

AMEI A COLETÂNEA DE BEIJOS.

Paula Barros disse...

É impossível não dizer que fiquei com água na boca. Seja de beijos grandes, de beijos pequenos, de beijos, de beijinhos, de beijos beijos.
É impossível não dizer que fiquei com os lábios sorrindo. E sorriram também os olhos.
É impossível não dizer que beijos e beijinhos e cheiros no pescoço sempre arrepiam.
E quando digo nos comentários, um abraço, agora sei que você compreende o que é um abraço. E um abraço assim como descreve é um beijo grande na alma.

Portanto, um abraço amigo, com sabor beijo grande na alma.

Adorei o texto. Um presente de Natal.

Nelma Ladeira disse...

Ontem passei aqui em seu blog.
li e reli várias vezes esse lindo texto!
Hoje antes de deixar meu comentário; Já li outras vezes.Tentando entender não o significado dos beijos, mas dá história em geral.
Paulo o beijo ele é fundamental! Através do beijo descobrimos o verdadeiro sentimento, não importa beijos grandes ou mesmos beijinhos.
Quando escrevo beijinhos são de carinho.Não são falsos nem pequenos.Talvez são maiores que um beijo grande! costumo dizer beijinhos no seu coração,mas para à pessoa certa!
O final do seu texto é emocionante!
Realmente se tornou laços de fitas num presente desejado.
Beijinhos carinhosos.

SOL da Esteva disse...

Um Tratado, Paulo!
O texto é um Tratado. As múltiplas formas de manifestação, num estilo dediferenciador de pessoas, ocasiões e situações.
Um beijo de Amor, é sempre diferente, né?
Parabéns, Amigo.


Aquele abraço


SOL

Tunin disse...

Um texto intenso que nos leva a pensar sobre os "modos" de beijos. Muito bem bolado e escrito.
Beijo ou beijinho não importa, a intensidade é que vai dizer o porquê fora dado.
Amei o texto e a bela inspiração.
Obrigado por ter passado lá.
Feliz 2015!
Abração.

Teca M. Jorge disse...

Imenso, contagiante, ... gostei demais das suas palavras!
Sou chegada num beijo carinhoso e num abraço caloroso.
Um 2015 repleto deles!

Saúde!!!

maria teresa disse...

Neste momento em que acabo de reler estas suas palavras tão cheias de afectos, afectos que se escondem por trás das letras que formam palavras e estas frases...quero acreditar que sabe "ler" os meus "beijinhos embrulhados", "o beijo meu" e o "abracinho meu"...

Deixo um abraço que envolva a sua alma de poeta e não a deixe fugir!

Pedrasnuas disse...

A arte de beijar com afecto, com paixão / desejo/líbido....

Grata pela sua visita.

Bom Ano

PN

Sinval Santos da Silveira disse...

Olá, Paulo !
Que belo texto. Que belo blog. Que belo tudo mais.
Parabéns pela criatividade literária.
Um fraterno abraço, e um " belo Ano
Novo".
Sinval.

PATRICIA PALLERES disse...

FELIZ AÑO NUEVO AMIGOOO!
GRACIAS POR TU VISITA!

Marta Vinhais disse...

Um beijo é tão importante como um abraço.
Há quem os desdenhe; há quem os dê porque os sente...
Eu agradeço a visita; espero que me visite mais vezes e deixo...
Beijos e abraços
Marta

Evanir disse...

Foi um privilégio caminhar a seu lado no decorrer desse ano .
Estou passando na minha última visita de 2014 e
agradecida por um dia ter conhecido uma
pessoa tão maravilhosa como você.
Nunca terei como agradecer seu companheirismo
que fez você ser tão espacial para mim.
Que essa amizade compartilhada no percurso
de mais um ano seja a alavanca para prosseguir em mais um ano.
Desejo um ano novo de grandes conquistas sonhos que se realize paz e esperança .
Sem despedidas deixo um encontro marcado para compartilhar novos momentos...
Agradeço esse presente divino que tem o nome de amizade.
Feliz Ano Novo.
Até nosso próximo reencontro em 2015.
Abraços e Beijos ternos e carinhosos.
Evanir.

Marisete Zanon disse...

Uma ótima dissertação. Um 2015 apaixonante e cheio de beijos e abraços do jeito que o quiseres ofertar. Já da minha parte. te dou um longo e sedutor beijo de língua, já que beijar é tudo de bom, tanto quanto abraçar...
Até 2015 se o destino assim permitir.

Ivone disse...

Que lindo, você é especial, sempre sabe transmitir tudo exatamente como queres, sempre sinto o seu "beijo grande" como um beijo de amigo muito atencioso, eu quando deixo um "abraço apertado ou muito apertado" é mesmo aquele em que coloco toda a minha boa energia!
Abraços muito apertado para você, meu amigo sempre querido!

sandra mayworm disse...

Gostei muito dessa postagem em destaque.
Um super beijo, Paulo.