23 de agosto


ceu

À Lua

A lua está quase inteira.  Chamada nesta fase de quarto crescente.  A lua só não é poesia quando ouço alguém confundindo-a com um planeta ou estrela. Aí a poesia é guardada na cabeceira e um pouquinho de conhecimento não custa nada a ninguém.  Esclareço:

- A lua é o satélite natural da Terra.

Adoro quando alguns engolem a saliva e exclamam:

- É mesmo! Estudei isso na quinta série do colégio.

Eu não sei se a mãe está certa ou não. Mas ela só corta o cabelo na lua crescente ou cheia, nunca na minguante.  Coitados dos cabeleireiros se essa crendice fosse comprovada cientificamente.

Com relação às mares, a lua acaba recebendo erroneamente todos os créditos.   O sol tem uma boa parcela de ¨culpa¨ aos tais efeitos. A relação entre eles, ou seja, se em oposição ou conjunção teremos as marés. Mas isso é papo pra ser falado na sala de aula. Eu prefiro falar dela de outra maneira. Prefiro ouvi-la nas canções; senti-la nos poemas e vê-la em seus olhos ou simplesmente da minha janela. Quando eu nasci a lua estava em quarto minguante. Berrei para o mundo às quinze horas de um domingo quente e sem chuva. E nesse dia não teve macarrão com galinha - comida de domingo preferida quando menino.  A noite chegou num céu marinho mostrando um pedaço da lua e um montão de estrelas. No outro dia, o deus da chuva lavou a terra e os degraus para que minha mãe pudesse caminhar comigo em seus braços até a sua pequena casa.

Quando olho pra cima e vejo a lua flutuando no escuro, respiro fundo num desejo sem fim. Sempre acho que ela está lá no alto olhando, tomando conta de mim. E as vezes me sinto tão intimo seu, que começo a contar os meus segredos e desejos. Só a lua mesmo pra entender e ouvir um louco como eu.


Paulo Francisco


13 comentários:

Luciah López disse...

[!] aqui não tem lua...
só o buraco no céu onde ela devia estar.
Olhei inda agora e não vi o clarão
só o negrume denso de um céu carregado
prontinho a desabar novamente.
Acordei durante a madrugada (3:00hr)
o vento uivando ou urrando de dor, passava pelos vãos
da minha janela levantando a cortina...
Não senti medo...
Fechei novamente os olhos e num instante
eu estava no alto de um penhasco e o vento,
ah, o vento tentava abrir as minhas asas me convidando a alçar voo.
[rsrs] talvez - talvez eu tenha apenas virado para o lado
abraçada ao travesseiro adormecendo novamente - não sei!...
... mas hoje, a lua não está no céu.

Gladys disse...

Hola amigo, que lindo es volver a leerte.

Besos muchas gracias por tu visita feliz fin de semana.

Alinne Bessa disse...

Ganhe dinheiro com seu blog trabalhando no conforto de sua casa. Você faz seu horário. Não precisa indicar ninguém para ganhar. Você ganha com seu trabalho! Saiba como em:
www.homemoney.com.br

Ani Braga disse...

Oi Paulo querido


A lua é realmente linda... E como você eu também prefiro ouvi-la nas canções; senti-la nos poemas e vê-la em nos olhos de quem amo...

Beijos e boa semana
Ani

Van disse...

Oi Paulo

Acho que quando você nasceu a lua sabia que ganhava mais destaque, afinal, são os poetas, que fazem os olhos turvos à sensibilidade, enxergarem o brilho e a beleza dela.

Beijos

Anete disse...

A Lua é mesmo inspiradora e traz lindas fotos, poesias e devaneios...

Boa 4ª feira!
Abraço

luna luna disse...

A lua feiticeira que tanto delícia poetas e corações enamorados bj

✿ chica disse...

Que lindo e a lua parece ouvir e encantar a todos! Adoro olhar pra ela e imaginar! abração,chica

Evanir disse...

Um pouco mais cedo e com muitas saudades
venho convidar você para uma
visitinha na minha postagem.
Mesmo em meio as aflições temos que louvar
a Deus pela nossas vidas.
Comemorar é reunir com nossas amizades,
que a dez anos muitos vem comemorando comigo.
Eu tenho muito a agradecer a Deus por mais um ano
pelo milagre da vida.
Na verdade no decorrer desse ano nasci de novo
após uma cirurgia.
Gosto muito de falar as benção que recebo
para lembrar que temos um Deus por nós.
Pode ser grande a nossa luta ,
mas grande mesmo é nossa vitória.
Obrigada por tudo.
Feliz semana .
Beijos carinhosos...
Evanir....
PS..Se for do seu agrado deixei
mimo na postagem.

MARILENE disse...

Paulo, quem dera o mundo tivesse mais loucos, desses que conversam com a lua, deixam explicações para as salas de aula, e sintam apenas a magia que nos vem de um céu iluminado, mesmo que com lua minguante.
Minha mãe também acreditava que era necessário escolher a crescente para cortar os cabelos (rss). Belos tempos!!!!! Bjs.

lis disse...

Oi Paulo
A lua é essa fonte que jorra luz .
E tão linda quanto a fonte que jorra água.Ilumina o céu e cria na alma da gente coisas assim como descreve na sua prosa.
Que tenha muitas luas no seu céu pra que possa contar-nos seus segredos, poeticamente.
abraço meu

Acordar Sonhando . SOL da Esteva disse...

A Lua por cá, neste dia, está como a da imagem. Os sonhos, também.
Me encantas nas descrições da tua ligação á infância! Na verdade, se perdermos esse elo também deixamos de poder continuar a sonhar.
Eu sonho, tu sonhas...

Abraços
SOL

Acordar Sonhando . SOL da Esteva disse...

...Agora, está maior,
Além da sua metade.
A Lua do sonhador,
É sempre de amizade.

Abraço
SOL