Hibernação



Tudo nublado. Lá fora o tempo canta dia frio e apagado. Deito-me em protesto ao sol que não veio. Cubro-me para esconder-me do ar gélido que vem da janela. Todos sabem que eu não gosto de dias cinza. Torno-me mais preguiçoso que devia. Perco o meu dia entre cobertas e respiração em ar viciado.

Sou totalmente descompromissado comigo. Estou sempre no final da fila. Troco a minha senha com qualquer um que precise. Mas não me peça nada em dias opacos, cinzas e frios. Em dias assim, eu me cubro de mim mesmo, faço uma armadura medieval com a minha própria epiderme e, ninguém, mas ninguém mesmo consegue tirar-me de meu casulo.

Cumpro o mínimo de obrigações possíveis. Trabalho em pleno estado de letargia. Dou a mão aos meus amigos ursos, ouriços e morcegos - Eu hiberno. Sumo do mapa como os insetos.

Este estado meu de torpor faz-me ficar mais caseiro; consigo assistir a um filme inteiro na televisão; escuto mais; discuto menos; falo menos e obedeço mais.

Nestes dias cinza , sou mais anfitrião que visita. Tomo mais vinho que cerveja, como muito mais queijo e, em minha dieta, sempre haverá um caldo quentinho.

Neste dias frios, troco o meu quarto pela cozinha e sou capaz de até fazer um bolo e ficar ali, pertinho do forno lendo um livro.

Nestes dias em que o sol me abandona, minha dispensa fica colorida de caixinhas de chá; troco o bar pela confeitaria e um bolo de avelã substitui, sem cerimônia, petiscos apimentados.

O telefone tocou e fui atender – era a minha amiga Ascenção. Pra variar, reclamamos da ¨friaca¨ de hoje.

Neste dias de torpor, tenho sorte de ter alguns amigos que não suportam o frio de seus habitats e migram como as aves aqui pra casa que é mais quentinho.

Sabe de uma coisa! Até que não é tão ruim assim, dias nublados, cinzas e frios.

Teremos queijos e vinhos e muita música boa.

Paulo Francisco

Um comentário:

✿ chica disse...

Com amigos e quem amamos, o frio pode ser bem legal! abraços, tudo de bom,chica